segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Assim Bacana.



Num infinito segundo a gente descobre o outro lado da gente
Não refletido no espelho
Mas em algo inusitado ou pouco aparente

Num raio de instante a gente vai longe em pensamento
Vira mundo, vira lata, vira louco, vira tudo
Só para que aquele instante
Seja só da gente.

Só para tornar eterno
O nosso presente
E um presente tão terno, por vezes incoerente

Toma assim de assalto
Faz a vida dar um salto
E sequestra o amor da gente

by Leeh.

2 comentários:

*Thaty**** ***** disse...

Lindooo....

Tati disse...

Bem bom, gostei da suavidade, dessa rima fácil e ritmo gostoso.

Beijos